9.9.14

O Sonho e a Fronha

Sonho risonho na fronha de linho.
Na fronha de linho,

a flor sem espinho.

Apanho a lenha
para o vizinho.
E encontro o ninho

de passarinho.

De que tamanho seria o rebanho?

Não há quem venha
pela montanha
com a minha sombrinha
de teia de aranha?

Sonho o meu sonho.
A flor sem espinho

também sonha na fronha.
Na fronha de linho.

7 comentários:

Verdades disse...

Mas eu nunca vou parar de descobrir blogs teus? :)
A cançao de Dulce ta linda! Até cantas com tom de criança... vou gravar e mostrar á Dulce Pontes, para ela se lembrar de ser pequenina! ahahah :)

lena disse...

;p

Sandra disse...

Olá Lena, deixo aqui este recadinho, pois como também tenho um blog e de vez em quando dou sugestões de alguns blogs que vou conhecendo, desta vez vou deixar a sugestão deste teu blog.
Parabéns pelo teu trabalho.
Um beijinho
Sandra

Anónimo disse...

Adorei a o poema isto ou aquilo em forma de música...Vi em video no site do you tube.
Estou trabalhando com meus alunos os poemas de Cecília Meireles. e preparando uma apresentação. Eu trabalho com Atendimento de crianças especiais.. E crianças com surdez sua música vai ficar linda na linguagem de sinais.. Gostaria de fazer a interpretação com alunos ouvintes e com surdez... em LIBRAS.. mas onde encontro o cd .. como faço para adquirir ou baixar a música..
Se vc puder me me ajudar fico grata.
Parabéns pelo seu maravilhoso trabalho..

Anónimo disse...

adorei o seu poema fala mt em sonhos tambein já lii o seu livro e é mt legal mesmo de verdade áh e que pena que vc não esta mais aqui e sei que vc de lahh do céu esta vendo o que eu estou escrevendo.. ahh e deus abencoe toda a sua vida tahh xauu xauu.. beijoss.....

andressa disse...

adoro muito seus poemass e já li muito seus livross....

Anónimo disse...

Que lagal suas poesias Cecilía Meireles.Parabéns.